Untitled-2

Caravela visita mostra do Mondrian e Manifesto de Stijl

O CCBB de BH está expondo obras do artista Mondrian e do Movimento de Stilj. E o pessoal da Caravela foi todo conferir. Você com certeza já deve ter ouvido falar em Mondrian ou visto alguma coisa, suas artes já estamparam roupas, capinhas de celular, e até malas de viagem (por favor não vá confundir ele com o Romero Brito que tem obra estampando até aparelho dental).


Leggin da Black Milk Clothing Inspirada na arte de Mondrian

A exposição está muito bacana, e mostra muito bem as fases pelas quais o artista passou e quais foram suas influências. Também mostra como sua arte serviu de inspiração na construção de móveis e imóveis e como ela foi importante para o Manifesto de Stijl. De Stijl (O Estilo) era uma revista elaborada por um grupo de artistas, arquitetos e designers que buscava causar uma revolução na forma como a arte era feita. Esse movimento teve grande importância para quebrar os padrões da arte tradicional. Em sua arte eles buscavam passar uma visão do futuro, uma visão que ia além da estética, que tinha embutida uma mensagem de universalidade, e união.

Acredito que até hoje artistas, arquitetos e designers se inspiram na mensagem de Mondrian e do Manifesto de Stijl, não só quando admiram a sutileza e leveza de seus trabalhos que contrasta com a força e presença das cores primárias utilizadas. Mas também quando pensam em uma criação para todos, que passe uma mensagem que vá além da sua aparência, e que seja acessível, afinal todo trabalho de criação precisa conversar, compreender e entender aqueles que busca atingir.

Mais do que nos tempos de Mondrian, o mundo vem passando por mudanças, que afetam principalmente a maneira que nos comunicamos. E é por isso que as vezes é preciso quebrar paradigmas e buscar soluções diferentes. Assim como eles fizeram em 1918, é sempre importante estar informado a respeito de tendências e o que nos aguarda no futuro.

A Caravela agradece o belo exemplo e referência que foi o Manifesto de Stijl e recomenda a todos a visita ao CCBB, onde a exposição fica até o dia 26/09.

Para mais informações acesse o site do CCCB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *